Protestos pró-palestinos continuam em campi universitários em toda a América

21h05 horário do leste dos EUA, 26 de abril de 2024

O Senado de Columbia aprovou uma resolução para investigar a forma como o governo lidou com os protestos pró-Palestina

De Maria Sol Combinotti da CNN

O Senado da Universidade de Columbia votou a favor de uma resolução para criar uma força-tarefa para investigar a forma como a liderança universitária lida com os protestos pró-palestinos no campus, de acordo com documentos obtidos pela CNN.

A resolução aprovada na sexta-feira acusou a administração, entre outras coisas, de minar a liberdade académica, violar a privacidade e o devido processo legal de estudantes e professores, e violar princípios de governação partilhada ao apelar à intervenção policial no campus.

Após a investigação, a força-tarefa apresentará suas conclusões e recomendações ao Senado da universidade para determinar novas ações e tomar as medidas necessárias contra a má conduta da administração, conforme os documentos.

Algum contexto: Os líderes escolares instaram os líderes escolares a romperem os laços econômicos e acadêmicos depois que o presidente da escola e da universidade, Minoch Shafik, enfrentou críticas de estudantes, professores e legisladores de esquerda depois que Shafik autorizou o Departamento de Polícia de Nova York a encerrar os protestos estudantis no campus. para Israel. Ao mesmo tempo, estudantes, grupos religiosos e legisladores de direita afirmaram que a administração não conseguiu impedir o anti-semitismo nos protestos dentro do campus de Columbia e fora dos seus portões, informou a CNN. relatado anteriormente.

O Senado de Columbia representa as pessoas no campus, incluindo professores, pesquisadores, estudantes, administração e muito mais. Site da escola. O órgão tem o poder de formular políticas sobre diversas questões que afetam a escola.

READ  Tempestades matam 3 enquanto tornados atingem o sudeste dos EUA: NPR

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *