Diretor Christopher Landon sai de 'Scream VII'

O diretor Christopher Landon anunciou no sábado que havia saído “formalmente” Faca VII. O anúncio segue a saída das estrelas Melissa Barrera e Jenna Ortega do filme Siege.

“Acho que este é um bom momento para anunciar que estou oficialmente fora Gritando 7 semanas atrás” O diretor escreveu Sábado no X (antigo Twitter). “Será uma decepção para alguns e uma alegria para outros. Foi um trabalho dos sonhos que acabou se tornando um pesadelo. E estou com o coração partido por todos os envolvidos. Todos. Mas é hora de ir.

“Não tenho mais nada a acrescentar à conversa e espero que o legado de Wes floresça e se eleve acima do barulho de um mundo dividido”, continuou ele em sua série de postagens. “O que ele e Kevin criaram é algo incrível e estou honrado por ter tido um momento de brilho deles.”

Barrera, a atriz principal, foi retirada do programa após suas postagens pró-Palestina nas redes sociais. Barrera compartilhou uma história no Instagram denunciando o anti-semitismo e prometeu continuar a falar sobre o assunto: “O silêncio não é uma opção para mim”, disse ele após seu despejo em novembro. Embora sua saída tenha sido anunciada em novembro, Barrera foi demitido logo após a eclosão da guerra Israel-Hamas, em 7 de outubro. O repórter de Hollywood. Nos dias que se seguiram ao conflito, a atriz tornou-se mais vocal na sua posição, partilhando mensagens pró-Palestina, incluindo uma intitulada “A bondade deve prevalecer” com o presidente Joe Biden apelando à “desescalada imediata e cessar-fogo em Gaza”.

“A posição da Spyglass é inequivocamente clara: temos tolerância zero para a intolerância ou incitação ao ódio de qualquer forma, incluindo genocídio, limpeza étnica, limpeza étnica, mutilação em massa ou qualquer coisa que cruze abertamente a linha do discurso de ódio”, disse um porta-voz da Spyglass. Em um comunicado Variedade No momento.

READ  Blackhawks buscam rescindir o contrato de Corey Perry, dizendo que ele se envolveu em um comportamento ‘inaceitável’

Entretanto, a saída de Ortega tornou-se pública em Novembro, ao mesmo tempo que a saída de Barrera, embora a decisão de Ortega e dos seus representantes tenha ocorrido antes da greve de Verão da SAG-AFTRA e só tenha sido tornada pública no Outono.

Tendendo

Landon, que havia sido contratado antes da greve, recusou-se a aceitar a demissão de Barrera depois que ela foi anunciada. “Esta é a minha afirmação: 💔 Está tudo ruim. Pare de gritar”, escreveu Landon antes de excluir a postagem. “Não é minha decisão.”

O escritor e produtor James Vanderbilt – que optou pelas reinicializações e está escrevendo o roteiro atual – está atualmente no processo de reconstrução da franquia após a saída de seu protagonista e diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *